Vigilância Ambiental aponta queda para índices de dengue em Alta Floresta

 

Vigilância ambiental de Alta Floresta aponta uma queda no índice de focos de dengue no município, segundo Antônio Pereira da Costa, coordenador da vigilância, a queda se deve a conscientização dos moradores, em conjunto com ações do órgão.

“Nós desenvolvemos várias ações no mês de abril, visando diminuir esses casos, através de mutirões. E isso dá uma resposta mais rápida, a gente acaba eliminando os criadouros, e logo em seguida a gente entrou com inseticida, e acabou tendo essa redução”, explicou Antônio a reportagem do site Nativa News.

Sem falar em números, o coordenador frisa que os principais bairros onde foram encontrados a maioria dos focos, foram o São José Operário, Cidade Bela e Vila Nova. Antônio destaca a importância da participação e empenho dos moradores. “Uma vez que o morador entender que ele tem que não só cuidar da sua casa, de seu quintal, tem que manter limpo o seu terreno, nós passamos na casa uma vez a cada 60 dias, o morador está nela todos os dias, uma vez que assumir essa responsabilidade, ele vai estar cuidando da saúde dele e de toda a vizinhança”

A parceria da vigilância junto com o Ministério Público voltou a funcionar. “Vamos estar intensificando essas situações porque a gente percebe que alguns moradores infelizmente, só através de conversa e sensibilização não fazem a sua parte, uma vez que a gente encontrar um problema e notificar e dar um prazo maior pra resolver, e ele [morador] não resolver, a gente vai estar enviando esse processo ao Ministério Público, onde o morador pode ser multado e até mesmo ser detido”, finalizou Antônio dizendo que a multa varia entre R$ 1 a R$ 2 mil, dependendo da gravidade do caso.

Use QR-Code to get this permaking using your Smartphone. QR Code for Vigilância Ambiental aponta queda para índices de dengue em Alta Floresta

Deixe o seu comentário